30 de junho de 2008

Sobre o que passou

Parecia missão suicida. Acordar dona Cah antes do meio dia, em pleno sábado? Bora lá!
Ela disse que não ia lembrar que eu fui lá. Mas lembrou.
Ela tinha que trabalhar sábado e domingo, e trabalhou - mas nada que num próximo final de semana a gente não resolva.
Ela tem blogspot também e eu não sabia. E lá tinha algo assim "A Lilian daqui uns poucos anos vai casar". Sabia que deu uma dorzinha? Porque, definitivamente, as madrugadas uma na casa da outra vão acabar - pelo menos do jeitinho que eram antigamente. E dá uma vontaaade de aproveitar enquanto é tempo!
Os anos (nove, precisamente - quase dez) foram passando. A menina que sentava na carteira atrás de mim na quarta série cresceu e eu também. A amizade virou família e, por mais "distante" que a gente pareça, lá no fundo somos inseparáveis.

2 comentários:

Cah disse...

Somos mesmo, e essa é a melhor parte. Todo mundo cresce, né? É triste, mas é assim! E nada impede que tudo seja mto bem aproveitado até virarmos gente grande de verdade :)
Beijo florzinha, amo vc.

Célia Meiri disse...

gente grande? onde? quem??? rsrsrs
bjos